ANÁLISE DOS CONDICIONANTES DA INTEGRAÇÃO PRODUTIVA NA AMÉRICA DO SUL

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Rubia Cristina Wegner
Carla Gomes Costa

Resumo

Este artigo analisa a integração produtiva como diretiva para aprofundamento de acordos regionais, como a União Sul-Americana de Nações (UNASUL). Partiu-se do pressuposto de que não se trata de uma etapa de um acordo de integração, mas do resultado de uma concorrência internacional em cadeias globais de valor, ou seja, é uma configuração econômica e geopolítica específica aos países do Sudeste Asiático e que não pode ser meramente generalizada para América do Sul. Além da intensidade das trocas comerciais por setores, são analisados aspectos de caráter estrutural como evolução do salário real, da taxa de câmbio real, do salário mínimo, da produtividade, dos passivos externos e do déficit em transações correntes para um período longo, 2000 a 2010, em comparação com os países do Sudeste Asiático. A pesquisa passa também pela análise das disposições e limitações das grandes empresas dos países da região em adentrar nessa integração pela ótica logística, ou seja, projetos de investimento em infraestrutura serão analisados do ponto de vista da integração produtiva que permitiriam. Esse confronto expõe diferenças não triviais, além de um arranjo desarmonioso entre déficits permanentes no balanço de pagamentos e desalinhamento cambial, responsável por constrições externas, bem como padrão de inserção externa – interindustrial e reduzida participação de bens intermediários na pauta exportadora – que contribuem para o aprofundamento de assimetrias estruturais. Ademais, as dificuldades de se corrigir os percalços enfrentados para a promoção de uma infraestrutura de conexão física regional representam entraves à integração. Portanto, corrobora-se a nossa tese de quão complexa é promover a integração produtiva na América do Sul.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
WEGNER, R. C.; COSTA, C. G. ANÁLISE DOS CONDICIONANTES DA INTEGRAÇÃO PRODUTIVA NA AMÉRICA DO SUL. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 9, n. 1, p. 110-128, 4 maio 2016.
Seção
Artigos