Impactos do crédito rural no mercado de trabalho da agropecuária dos estados brasileiros

Main Article Content

João Paulo Rios e Silva
Elano Ferreira Arruda

Resumo

Este trabalho examina as repercussões do crédito rural sobre o mercado de trabalho da agropecuária dos estados brasileiros. Especificamente, são analisados os impactos desse instrumento de política sobre o nível de emprego e sobre os salários reais desse setor. Para o alcance dos objetivos, foi utilizado um painel com dados no período compreendido entre 2002 e 2015 para as 26 unidades da federação e o Distrito Federal, com as variáveis: “salários reais da agropecuária”, “número de empregos formais na agropecuária”, “valor adicionado da agropecuária” e “volume de crédito rural”. As evidências foram extraídas das funções de impulso resposta acumuladas obtidas de modelos Panel Vector Autoregression (PVAR). Os resultados evidenciam que os salários reais e o valor adicionado da agropecuária respondem positivamente a choques no crédito rural e que, em condições semelhantes, o número de empregos apresenta redução nos modelos agregados. Todavia, considerando modelos para subamostras regionais, há evidências de impactos positivos do crédito rural sobre o volume de empregos nos estados das regiões Norte e Nordeste, com agropecuária intensiva em trabalho, e de repercussões negativas, considerando os estados das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste, ou seja, aqueles mais intensivos em capital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
SILVA, J. P. R. E; ARRUDA, E. F. Impactos do crédito rural no mercado de trabalho da agropecuária dos estados brasileiros. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 13, n. 3, p. 340-356, 5 mar. 2020.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

João Paulo Rios e Silva, Universidade Federal do Ceará

Doutorando em Economia na Universidade Federal do Ceará

Elano Ferreira Arruda, Universidade Federal do Ceará

Professor do Departamento de Economia Aplicada da Universidade Federal do Ceará