Volatilidade Fiscal e Crescimento: Uma Análise para os Estados Brasileiros

Main Article Content

Alexsandro Ordonez
Ricardo Politi

Resumo

Este trabalho investiga como a volatilidade do ciclo econômico e as oscilações dos investimentos públicos e das variáveis fiscais afetam o crescimento das unidades federativas brasileiras para o período de 1997 até 2016. Em particular, são estimados os efeitos das volatilidades das despesas, receitas e estoque da dívida sobre o crescimento econômico. Os resultados sugerem que o aumento das volatilidades dos investimentos estaduais e da dívida são prejudiciais ao crescimento de longo prazo em todas as localidades. Adicionalmente, essas relações são investigadas para dois grupos de estados com diferentes tamanhos. Os resultados por grupos indicam que oscilações nas variáveis fiscais produzem um efeito negativo e maior sobre o crescimento dos estados menores, enquanto a volatilidade do investimento público está associada ao menor crescimento econômico nos estados maiores.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
ORDONEZ, A.; POLITI, R. Volatilidade Fiscal e Crescimento: Uma Análise para os Estados Brasileiros. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 14, n. 3, p. 520-547, 21 out. 2020.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Alexsandro Ordonez, Centro Universitário FECAP

Possui graduação em Ciências Econômicas pelo Centro Universitário FECAP (2017)

Ricardo Politi, Professor Adjunto da Universidade Federal do ABC (UFABC)

Professor Adjunto da Universidade Federal do ABC (UFABC)