Analysis of the Evolution of the Brazilian Suger-Energy Sector from 1995, 2006, and 2017 Agricultural Censuses

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v15i3.740

Palavras-chave:

Evolution, Sugarcane Agroindustry, Market

Resumo

Haja vista a importância histórica da cana-de-açúcar para o Brasil e levando em consideração que continua se destacando no agronegócio nacional, faz-se relevante investigar as interfaces dessa atividade. O objetivo foi analisar a produção da cana-de-açúcar no Brasil utilizando os dados do Censo Agropecuário de 2017 em cotejo com os Censos de 1995 e 2006. Os resultados demonstraram que o setor continua representando grande importância para a agricultura brasileira. Ademais, o Centro-Oeste tem se destacado como nova região produtora, com realce para Goiás que passou a ocupar a segunda posição na quantidade produzida dentre os estados no Censo de 2017. O Sudeste continua liderando a produção, com mais de 60% do total brasileiro, sobressaindo São Paulo. Considerando as referências consultadas e os resultados encontrados, os estados que estão liderando o mercado canavieiro apresentam maior capacidade tecnológica, visando sustentabilidade produtiva e eficiência dos processos, sobretudo em termos de rendimentos agrícolas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Cattelan, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (PGDRA) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)/Campus de Toledo. E-mail: renata.cattelan@gmail.com

Pery Francisco Assis Shikida, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutor em Economia Aplicada pela Esalq/USP. Docente do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (PGDRA) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)/Campus de Toledo. E-mail: peryshikida@hotmail.com

Downloads

Publicado

2022-09-08

Como Citar

CATTELAN, R.; FRANCISCO ASSIS SHIKIDA, P. Analysis of the Evolution of the Brazilian Suger-Energy Sector from 1995, 2006, and 2017 Agricultural Censuses. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 15, n. 3, p. 512–535, 2022. DOI: 10.54766/rberu.v15i3.740. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/740. Acesso em: 6 out. 2022.
Share |