Globalização Regional: Desenvolvimento de um índice multidimensional para o Brasil

Autores

  • Lediany Freitas de Campos CEDEPLAR - UFMG
  • Anderson Tadeu Marques Cavalcante CEDEPLAR - UFMG
  • Mariangela Furlan Antigo CEDEPLAR - UFMG

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v16i1.815

Palavras-chave:

Globalização, Índice multidimensional, Assimetria regional

Resumo

Este estudo tem por objetivo explorar o caráter multidimensional e regional da globalização no Brasil. Para alcançar tal objetivo, foi desenvolvido um Índice Regional de Globalização (IRG) que abrange os estados brasileiros, para o período de 2001 a 2014, e engloba as dimensões econômica, social, cultural e política. Pode-se constatar que características além da abertura comercial, sobretudo, aspectos sociais, como imigração e turismo, são relevantes para mensurar a integração internacional dos estados, e que há assimetrias regionais a serem tratadas. De acordo com o IRG, houve aumento da globalização regional no período analisado, mas desigualdades históricas persistem: os estados mais globalizados são os pertencentes às regiões Sudeste e Sul, enquanto estados das regiões Nordeste e Norte são os menos globalizados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-02-17

Como Citar

CAMPOS, L. F. de; MARQUES CAVALCANTE, A. T.; FURLAN ANTIGO, M. Globalização Regional: Desenvolvimento de um índice multidimensional para o Brasil. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 57–90, 2023. DOI: 10.54766/rberu.v16i1.815. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/815. Acesso em: 22 maio. 2024.
Share |