A Trajetória da Violência no Brasil: Uma Análise dos Padrões Espaciais e da Convergência das Taxas de Homicídios nos Municípios

Autores

  • Felipe Montini Doutorando em Economia, PPGEco, Universidade Federal do Espírito Santo.
  • Edson Zambon Monte Professor no Departamento de Economia, PPGEco, Grupo de Pesquisa em Econometria (GPE), Universidade Federal do Espírito Santo.
  • Kalinca Léia Becker Professora no Departamento de Economia e Relações Internacionais, PPGE&D, Universidade Federal de Santa Maria.

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v15i4.910

Palavras-chave:

Violência, Convergência, Análise espacial

Resumo

As taxas de homicídios cresceram consideravelmente no Brasil, ao longo deste século. Porém, esse crescimento não ocorreu de forma homogênea. Houve um grande aumento nas taxas de homicídios nos municípios pequenos, e uma certa estabilidade nos grandes, bem como um aumento considerável nas regiões Norte e Nordeste e uma expressiva redução na região Sudeste. Diante disso, este estudo tem como objetivo analisar os padrões espaciais da violência, por meio de uma análise exploratória de dados espaciais, e, testar a hipótese de convergência das taxas de homicídios, nos municípios brasileiros, para o período de 2005 a 2019, por meio de modelos de β-convergência, utilizando dados em painel e considerando os efeitos espaciais. Os resultados mostraram que não apenas o processo de convergência nas taxas de homicídios está ocorrendo, como praticamente todos os municípios do país se encontram próximos de seus estados estacionários, com uma determinada taxa equilíbrio individual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Montini, Doutorando em Economia, PPGEco, Universidade Federal do Espírito Santo.

Doutorando em Economia, PPGEco, Universidade Federal do Espírito Santo. Mestre em Economia e Desenvolvimento pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - 2020. Graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - 2018.

Edson Zambon Monte, Professor no Departamento de Economia, PPGEco, Grupo de Pesquisa em Econometria (GPE), Universidade Federal do Espírito Santo.

Professor no Departamento de Economia, no Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGEco), e membro do Grupo de Pesquisa em Econometria (GPE), da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Possui graduação em Economia pela Universidade Federal de Viçosa - UFV (2005), mestrado em Economia pela Universidade Federal do Espírito Santo - UFES (2008) e doutorado em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal do Espírito Santo - UFES (2016).

Kalinca Léia Becker, Professora no Departamento de Economia e Relações Internacionais, PPGE&D, Universidade Federal de Santa Maria.

Professora no Departamento de Economia e Relações Internacionais, nos Programas de Pós-Graduação em Administração Pública - PPGAP (acadêmico), Gestão de Organizações Públicas - PPGOP (profissional) e Economia e Desenvolvimento - PPGE&D da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Doutora (2013) e Mestre (2009) em Economia Aplicada pela Universidade de São Paulo- ESALQ/USP. Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Maria (2007). Atua principalmente nos seguintes temas: economia social, avaliação de políticas públicas e econometria aplicada.   

Downloads

Publicado

2022-09-26

Como Citar

MONTINI, F.; MONTE, E. Z.; BECKER, K. L. A Trajetória da Violência no Brasil: Uma Análise dos Padrões Espaciais e da Convergência das Taxas de Homicídios nos Municípios. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 15, n. 4, p. 579–606, 2022. DOI: 10.54766/rberu.v15i4.910. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/910. Acesso em: 5 dez. 2022.
Share |