Determinantes do Desempenho no ENEM na Região Nordeste: Uma Análise de Dados em Painel do Período de 2015 a 2019

Autores

  • Adeilson Elias de Souza Universidade Federal da Paraíba
  • Luiza Mikaela de Sá Santos Universidade Federal da Paraíba
  • Igor de Menezes Larruscaim Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Cassio da Nobrega Besarria Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v15i4.915

Palavras-chave:

Desempenho no ENEM, Nordeste, Dados em Painel

Resumo

O objetivo do trabalho é avaliar como o desempenho dos candidatos do ENEM, na Região Nordeste do Brasil, é influenciado pelos diversos fatores ligados às características sociais e econômicas em que estão inseridos no período de 2015 a 2019. Para isso, foram coletadas informações do INEP referentes ao ENEM que possibilitaram estimar modelos de dados em painel. Os resultados foram condizentes com a literatura econômica e mostraram que principalmente a escolaridade dos pais, o tipo de escola e a disposição de ferramentas, como o celular e o computador, e acesso à internet são fatores determinantes para os candidatos situados na Região Nordeste aumentarem sua média do ENEM. Por outro lado, fatores como a idade do candidato e se ele pertence à classe econômica de baixa renda podem reduzir suas médias no ENEM.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adeilson Elias de Souza, Universidade Federal da Paraíba

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal da Paraíba (2017). Mestrado em Economia e Desenvolvimento pela Universidade Federal de Santa Maria, sendo bolsista de mestrado da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Doutorando em Economia Aplicada pela Universidade Federal da Paraíba. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Agrária, Economia Regional, Economia Internacional e Macroeconomia, atuando principalmente nos seguintes temas: produtividade agropecuária, produção agrícola, distribuição espacial, crescimento econômico e exportações.

Luiza Mikaela de Sá Santos, Universidade Federal da Paraíba

Doutoranda em Economia pelo Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal da Paraíba (PPGE/UFPB). Mestra em Economia (2021) pelo Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal de Pernambuco (PPGEcon/UFPE) e graduada em Ciências Econômicas (2018) pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE-UAST). Atua na área de Economia Aplicada, principalmente, nas linhas de pesquisa: Economia Regional e Urbana, Economia Regional e Políticas Públicas, Economia do Crime e Economia do Trabalho.

Cassio da Nobrega Besarria, Universidade Federal da Paraíba

Concluiu a graduação no ano de 2008, em Economia, pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), mestrado em Economia Aplicada pelo PPGE/UFPB, com período sanduíche realizado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (com bolsa CAPES pelo PROCAD) e doutorado, em 2014, pelo Programa de Pós-Graduação em Economia (Pimes) da Universidade Federal de Pernambuco. Foi professor assistente de Economia da Universidade Federal de Pernambuco e atualmente é professor adjunto e foi coordenador do Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) entre os anos de 2019 e 2021. Coordena o Laboratório de Inteligência Artificial e Macroeconomia Computacional (LABIMEC). Orientou diversas monografias na graduação, dissertações de mestrado e algumas teses de doutorado. Recebeu os prêmios do Tesouro Nacional (2018 e 2020), Selo Defensoria Pública de Responsabilidade Social, I Concurso Nacional de Artigos Científicos do Conselho Nacional de Secretários de Estado de Administração, em 2020, além do ENPECON (2014 e 2018).

Downloads

Publicado

2022-09-26

Como Citar

ELIAS DE SOUZA, A. .; DE SÁ SANTOS, L. M.; DE MENEZES LARRUSCAIM, I.; DA NOBREGA BESARRIA, C. Determinantes do Desempenho no ENEM na Região Nordeste: Uma Análise de Dados em Painel do Período de 2015 a 2019. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 15, n. 4, p. 690–711, 2022. DOI: 10.54766/rberu.v15i4.915. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/915. Acesso em: 5 dez. 2022.
Share |