Componentes da mudança estrutural na economia de Minas Gerais entre 2008, 2013 e 2016: uma análise insumo-produto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v17i4.976

Palavras-chave:

decomposição estrutural, Minas Gerais, modelos insumo-produto

Resumo

O presente estudo tem como objetivo investigar os vetores que contribuíram para a mudança estrutural ocorrida na economia mineira no período entre 2008 e 2016. Nesse período, a economia mineira experimentou um ciclo de crescimento econômico entre 2004 e 2010, seguido de desaceleração (2011-13) e crise econômica (2014-2016). O resultado foi a perda de participação da indústria de transformação combinado com o avanço do setor de serviços. Para empreender a análise, utiliza-se a metodologia de decomposição estrutural a partir das matrizes insumo-produto (MIP) de Minas Gerais para os anos de 2008, 2013 e 2016. Os resultados permitem identificar que a perda de participação da indústria de transformação foi marcada por uma variação tecnológica negativa em razão do enfraquecimento dos elos intra e intersetoriais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2024-06-26

Como Citar

SOUZA, C. C. A.; BARBOSA , L.; SANTOS, M. .; TOLEDO, V. Componentes da mudança estrutural na economia de Minas Gerais entre 2008, 2013 e 2016: uma análise insumo-produto. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 17, n. 4, 2024. DOI: 10.54766/rberu.v17i4.976. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/976. Acesso em: 18 jul. 2024.
Share |