DETERMINANTES DAS TAXAS DE CRIMES NO PARANÁ: UMA ABORDAGEM ESPACIAL

Karina Simone Sass, Alexandre Alves Porsse, Eduardo Ramos Honório da Silva

Resumo


O objetivo deste trabalho é identificar os fatores que influenciam as taxas de homicídios dos municípios do estado do Paraná. A técnica empregada é a Análise Exploratória de Dados Espaciais (AEDE) e a estimação de modelos espaciais. A AEDE indica que há autocorrelação espacial positiva nas taxas de homicídios dos municípios do Paraná. Os modelos espaciais estimados são os modelos de defasagem da variável dependente (SAR), defasagem do termo de erro (SEM), modelo Dublin espacial (SDM) e Regressões Ponderadas Geograficamente (RPG). Dentre as variáveis explicativas do modelo estão as variáveis socioeconômicas, demográficas e uma variável que expressa a ação do poder público. Os resultados das regressões dos modelos espaciais apontam que as taxas de homicídios nos municípios do estado do Paraná são influenciadas pela taxa de pobreza, pelo grau de urbanização, além das características dos municípios vizinhos. A estimação do modelo RPG evidencia que as características locais dos municípios são importantes na determinação dos fatores que influenciam as taxas de homicídios, fornecendo subsídios relevantes para a formulação de políticas públicas de combate à criminalidade em uma perspectiva espacial.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN (impresso): 1981-3953

ISSN (eletrônico): 2447-7990


A Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos (RBERU) encontra-se em processo de ajuste para atender todos os requisitos da Scielo para indexação.

 

Indexadores & Repositórios:

        

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia