Uma Análise Teórica e Empírica sobre o Comportamento dos Crimes Patrimoniais no Estado de Minas Gerais no Período de 2000 a 2015

Autores

  • Aleff Neivisson Ferreira Lopes Universidade Federal de Minas Gerais
  • Luciana Maria Costa Cordeiro Professora do departamento de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Montes Claros
  • Luiz Paulo Fontes de Rezende Professor do departamento de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Montes Claros

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v14i4.647

Palavras-chave:

Economia do crime, Economia mineira, Modelos com dados em painel, Criminalidade patrimonial

Resumo

Este artigo analisa alguns dos fatores que podem ter influenciado a evolução do número de crimes violentos contra o patrimônio em Minas Gerais. Inicialmente, é realizada uma revisão de literatura sobre a “Economia do Crime”. Além de revisar o modelo de oferta individual de crimes do economista norte-americano Gary S. Becker (1968), estudos empíricos que tratam sobre o tema também foram considerados. Em um segundo momento, fazendo uso de métodos econométricos com dados em painel, foram obtidos resultados que demonstram que a taxa de crimes violentos contra o patrimônio está relacionada com o gasto per capita na área da educação, além de indicadores demográficos e de renda, como taxa de urbanização, densidade demográfica, percentual de jovens na população, renda média do setor formal e desigualdade de renda. Dentre os principais resultados, destacam-se o efeito dinâmico do gasto per capita com educação e o percentual de jovens na população, contribuindo para a explanação do comportamento dessas duas variáveis sobre a taxa de crimes violentos contra o patrimônio em Minas Gerais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aleff Neivisson Ferreira Lopes, Universidade Federal de Minas Gerais

Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar), Universidade Federal de Minas Gerais

Luciana Maria Costa Cordeiro, Professora do departamento de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Montes Claros

Professora do departamento de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Montes Claros. Doutora em Economia pela UFMG

Luiz Paulo Fontes de Rezende, Professor do departamento de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Montes Claros

Professor do departamento de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Montes Claros. Doutor em Economia pela UFMG.

Downloads

Publicado

2020-10-21

Como Citar

LOPES, A. N. F. .; CORDEIRO, L. M. C. .; REZENDE, L. P. F. de . Uma Análise Teórica e Empírica sobre o Comportamento dos Crimes Patrimoniais no Estado de Minas Gerais no Período de 2000 a 2015. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 14, n. 4, p. 714–747, 2020. DOI: 10.54766/rberu.v14i4.647. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/647. Acesso em: 3 jul. 2022.
Share |