Análise do Impacto da Mineração no Desenvolvimento dos Municípios Mineiros e Paraenses, 2000-2010

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v15i3.811

Palavras-chave:

Mineração, Avaliação, Escore de Propensão Espacial

Resumo

Os desastres ambientais no setor de mineração e a crise hídrica de 2014-2016 motivaram avaliar o efeito dessa atividade no seu entorno em virtude de seu caráter ambíguo: grande capacidade de geração de renda ao passo que é uma atividade complexa, com riscos e causadora de externalidades negativas. Este artigo pretende avaliar o impacto da mineração no IDH Municipal de Minas Gerais e Pará, em 2000 e 2010, além do efeito em desigualdade de renda. Para tanto, são utilizadas técnicas de pareamento e econometria espacial para controlar efeitos relativos à rigidez locacional característica do setor. Resultados: efeitos médios positivos no IDH, porém restritos aos municípios sede, isto é, sem vazamento para a vizinhança. Isto seria indesejável dada a finitude dos recursos naturais, a destinação de parte dos royalties minerais para os estados e a exposição ao risco de potenciais desastres ambientais. Não são encontrados efeitos significativos sobre a desigualdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-09-08

Como Citar

DENES, G.; VASCONCELOS MAIA DO AMARAL, P. .; HERMETO CAMILO DE OLIVEIRA, . A. M. Análise do Impacto da Mineração no Desenvolvimento dos Municípios Mineiros e Paraenses, 2000-2010. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 15, n. 3, p. 416–439, 2022. DOI: 10.54766/rberu.v15i3.811. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/811. Acesso em: 6 out. 2022.
Share |

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)