Sinalização de qualidade no turismo brasileiro: Uma análise dos patrimônios culturais e naturais certificados sobre fluxos de turismo

Autores

  • Gabriel Ferreira Marin Doutorando em Economia Aplicada do PPGE/UFRGS https://orcid.org/0000-0003-4461-5376
  • Nathiéle Hellwig Liermann Doutoranda em Economia Aplicada do PPGE/UFRGS
  • Gustavo Credidio de Azevedo Gonzaga Mestrando em Economia Aplicada do PPGE/UFRGS
  • Sabino da Silva Porto Júnior Professor titular do Departamento de Economia e do PPGE/UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v17i3.984

Palavras-chave:

Economia Regional e Urbana, Economia do Turismo, Modelo Bayesiano Multinível

Resumo

O presente trabalho utiliza um modelo bayesiano multinível para estimar o efeito da dotação de patrimônios culturais e naturais na quantidade de turistas estrangeiros recebida por 17 estados brasileiros nos anos de 2014, 2016 e 2019. Os resultados encontrados sugerem que a certificação de patrimônios por órgãos nacionais e internacionais pode, mesmo sem intenção ou indiretamente, servir como sinalização de qualidade para os turistas em potencial e, dessa forma, aumentar o fluxo de turistas internacionais recebido por uma determinada região.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2024-06-12

Como Citar

MARIN, G.; LIERMANN, N.; GONZAGA, G.; JÚNIOR, S. Sinalização de qualidade no turismo brasileiro: Uma análise dos patrimônios culturais e naturais certificados sobre fluxos de turismo. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 17, n. 3, p. 388–411, 2024. DOI: 10.54766/rberu.v17i3.984. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/984. Acesso em: 18 jul. 2024.
Share |