Análise Espacial da Cadeia Produtiva da Carne Bovina no Brasil para 2006 e 2017

Autores

  • Fernando S. Perobelli Professor Titular da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) https://orcid.org/0000-0003-2364-8865
  • Lucas S. Castro Professor Adjunto da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) https://orcid.org/0000-0002-1006-2702
  • Vinicius A. Vale Professor no Departamento de Economia e no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômico da Universidade Federal do Paraná (PPGDE/UFPR) e Pesquisador do Núcleo de Estudos em Desenvolvimento Urbano e Regional (NEDUR/UFPR https://orcid.org/0000-0001-5869-9860
  • José C. Grizendi Doutorando em Economia (UFJF)

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v16i4.986

Palavras-chave:

Cadeia produtiva bovina, Análise fatorial, Análise espacial

Resumo

O Brasil alcançou destaque mundial como um dos maiores produtores e exportadores de carne bovina. Entretanto, a bovinocultura brasileira apresenta diversos sistemas de produção e, devido às disparidades nestes métodos, os níveis de produtividade são heterogêneos entre as regiões do país. Essas divergências de produção são ocasionadas por uma série de fatores, como organização fundiária, estrutura do capital produtivo, fertilidade dos solos, clima e, principalmente, o tipo de tecnologia empregada. Nesse contexto, este artigo tem por objetivo realizar uma avaliação espacial da cadeia produtiva da carne bovina no Brasil. Para tal, constrói-se um indicador sintético que leva em consideração aspectos da cadeia produtiva bovina e realizase uma análise exploratória de dados espaciais. A partir dessa estratégia empírica, foi possível observar o padrão espacial da cadeia produtiva da carne bovina, bem como o deslocamento espacial entre 2006 e 2017 em termos das características dos estabelecimentos, o potencial de comercialização, o potencial de oferta e potencial de beneficiamento, bem como em termos do indicador síntese. Por fim, destaca-se o fortalecimento da cadeia na região Norte, principalmente no estado do Pará, e um enfraquecimento da cadeia produtiva na região Sul a partir da análise de exploratória espacial nos dois anos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas S. Castro, Professor Adjunto da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Doutor em Economia - UFV

Professor Adjunto - UFRRJ

Vinicius A. Vale, Professor no Departamento de Economia e no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômico da Universidade Federal do Paraná (PPGDE/UFPR) e Pesquisador do Núcleo de Estudos em Desenvolvimento Urbano e Regional (NEDUR/UFPR

Doutor em Economia - UFJF

Professor Adjunto UFPR

José C. Grizendi, Doutorando em Economia (UFJF)

Doutorando em Economia - UFJF

Downloads

Publicado

2023-09-25

Como Citar

PEROBELLI, F. S.; CASTRO, L. S.; A. VALE, V.; C. GRIZENDI, J. Análise Espacial da Cadeia Produtiva da Carne Bovina no Brasil para 2006 e 2017. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 16, n. 4, p. 567–590, 2023. DOI: 10.54766/rberu.v16i4.986. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/986. Acesso em: 22 maio. 2024.
Share |