QUALIDADE INSTITUCIONAL E DESEMPENHO ECONÔMICO: ANÁLISE EMPÍRICA DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS, 2010

Autores

  • Adrielli Santos de Santana Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC
  • Ricardo Candéa Sá Barreto Companhia de Água e Esgoto do Ceará -CAGECE

Resumo

O presente artigo testa a hipótese de que qualidade institucional exerce um efeito positivo sobre a distribuição da renda per capita. Metodologicamente, dentro desse objetivo, foram propostas, especificadamente, a mensuração do Indicador de Qualidade Institucional dos Municípios brasileiros (IQIM) em 2010, utilizado dentro do modelo econométrico de equações simultâneas como proxy para a qualidade institucional a fim de estimar o efeito supracitado. A construção dessa variável permitiu, ainda, verificar os diferenciais no comportamento do IQIM dos anos 2000, já existentes, e 2010. Os resultados apontam que, no nível agregado, a qualidade institucional exerce um efeito positivo sobre o desempenho econômico. Por fim, o estudo analisa as desigualdades socioeconômicas entre os municípios através de uma perspectiva institucionalista fundamentada nos resultados desse indicador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adrielli Santos de Santana, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Mestranda em Economia Regional e Políticas Públicas pela Universidade Estatual de Santa Cruz (UESC) e Bacharela em Ciências Econômicas pela mesma instituição.

Ricardo Candéa Sá Barreto, Companhia de Água e Esgoto do Ceará -CAGECE

Analista de Gestão da Diretoria Jurídica da CAGECE e Doutor em Economia Aplicada (UFV); Mestre em Economia Rural e Bacharel em Economia pela UFCE

Downloads

Publicado

2016-12-16

Como Citar

SANTANA, A. S. de; BARRETO, R. C. S. QUALIDADE INSTITUCIONAL E DESEMPENHO ECONÔMICO: ANÁLISE EMPÍRICA DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS, 2010. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 253–271, 2016. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/163. Acesso em: 5 dez. 2022.
Share |