ANÁLISE FATORIAL APLICADA PARA A CLASSIFICAÇÃO DAS INCUBADORAS DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DO PARANÁ

Fernanda Helen Mansano, José Luiz Parre, Marcelo Farid Pereira

Resumo


As incubadoras de empresas representam um importante papel no cenário da inovação atuando como um ambiente com infraestrutura tecnológica capaz de gerar empresas, promover o desenvolvimento econômico da região e contribuir para o processo de inovação. Nesse sentido, o presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de realizar uma avaliação das incubadoras de empresas de base tecnológica do estado do Paraná. Para materializar essa avaliação, foi usada a técnica de análise fatorial para criar um índice composto por variáveis que identificam critérios organizacionais das incubadoras. A metodologia compreendeu a revisão de literatura, a aplicação de um questionário e a utilização da análise fatorial explanatória para realizar a extração dos fatores e a classificação das incubadoras. Com a análise dos resultados, foi possível extrair três fatores: o Fator 1 chamado de suporte para a inovação, o Fator 2 caracterizado como suporte para empreendimentos de base tecnológica e o Fator 3 considerado como difusão da inovação. Além disso, foi possível verificar informações qualitativas das IEBTs e classificá-las em quatro níveis de adequação, sendo que 30% foram enquadradas no alto nível de adequação, 30% no nível médio, 25% categorizadas no nível baixo e 15% foram classificadas entre as IEBTs com baixíssimo nível de adequação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1981-3953 & 2447-7990


A Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos (RBERU) encontra-se em processo de ajuste para atender todos os requisitos da Scielo para indexação.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia