Investimentos em Transporte: Efeitos do Arco Metropolitano sobre o Crescimento Econômico Fluminense

Autores

  • Lucas Siqueira de Castro Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Carlos Otávio de Freitas Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Joilson de Assis Cabral Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v14i3.694

Palavras-chave:

infraestrutura de transporte, diferenças-em-diferenças espacial, Arco Metropolitano do Rio de Janeiro

Resumo

O objetivo da presente pesquisa foi identificar os efeitos do Arco Metropolitano do Rio de Janeiro sobre o crescimento econômico dos municípios do estado fluminense. Para tal, esta pesquisa propõe um procedimento metodológico capaz de mensurar o impacto de uma política pública de enfoque regional, como o investimento em infraestrutura de transporte, sobre variáveis socioeconômicas de interesse. Este procedimento consistiu em um quase-experimento integrando o pareamento por entropia com a abordagem de diferenças-em-diferenças clássica e espacial. Os resultados apontam efeitos positivos no crescimento econômico dos municípios perpassados pelo Arco, isto é, o fato de um município ter sido beneficiado pelo acesso ao Arco Metropolitano contribuiu, em média, para elevar em 21,6\% seu crescimento econômico. Conclui-se que o acesso das regiões periféricas a regiões centrais e mais desenvolvidas, facilitado pelo AMRJ, pode ter contribuído para ampliar as oportunidades da população na busca por postos de trabalhos com melhor remuneração, tendo impactos significativos no crescimento econômico regional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Siqueira de Castro, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4338231U6

Downloads

Publicado

2020-10-21

Como Citar

CASTRO, L. S. de; FREITAS, C. O. de .; CABRAL, J. de A. . Investimentos em Transporte: Efeitos do Arco Metropolitano sobre o Crescimento Econômico Fluminense. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 14, n. 3, p. 420–445, 2020. DOI: 10.54766/rberu.v14i3.694. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/694. Acesso em: 26 maio. 2022.
Share |