Motivos e Consequências da Falência de Agroindústrias Canavieiras no Estado do Paraná

Main Article Content

Claudelir Clein
Pery Francisco Assis Shikida
Luciano Rodrigues

Resumo

Este estudo procurou evidenciar e analisar quais os motivos e consequências da falência de agroindústrias canavieiras no Paraná, mediante duas abordagens (quantitativa e qualitativa). Neste sentido, o modelo de dados em painel dinâmico buscou verificar como se comportou o PIB de 5 cidades paranaenses (Cambará, Engenheiro Beltrão, Perobal, Porecatu e Rolândia), onde existiam agroindústrias canavieiras que atuavam como forças motrizes e faliram. As contribuições da análise quantitativa sugerem que o PIB dos 5 municípios estudados, de certa forma, apresentou relação com a quebra das usinas. Os resultados do método qualitativo, segundo apontaram os representantes dos setores públicos e privados (de forma geral), deu-se na redução de empregos, renda e arrecadação. Quanto aos fatores considerados determinantes para o fechamento das unidades pesquisadas, verificou-se que a falta de gestão foi o principal motivo para a falência das usinas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
CLEIN, C.; SHIKIDA, P. F. A.; RODRIGUES, L. Motivos e Consequências da Falência de Agroindústrias Canavieiras no Estado do Paraná. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 15, n. 1, 21 out. 2021.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Claudelir Clein, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

Doutorando em Desenvolvimento Regional e Agronegócio pela Unioeste.

Técnico Administrativo da Universidade Tecnológica Federal do Paraná .

claudeliradm@gmail.com

Este trabalho recebeu apoio do CNPq.

Pery Francisco Assis Shikida, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutor em Economia Aplicada pela ESALQ/USP. 

Professor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE).

Bolsista de Produtividade em Pesquisa CNPq.

Email: peryshikida@hotmail.com

Este trabalho recebeu apoio do CNPq.

Luciano Rodrigues, Universidade de São Paulo

Doutor em Economia Aplicada pela ESALQ/USP. 

Professor da Escola Superior da Agricultura Luiz de Queiroz (USP).

lurodrig@usp.br