Saneamento Básico e Mortalidade Infantil: Uma análise via painel espacial para os municípios brasileiros

Autores

  • Kelen Rossales da Silva Universidade Federal de Pelotas
  • Pedro Henrique Soares Leivas Universidade Federal do Rio Grande
  • Anderson Moreira Aristides dos Santos Universidade Federal de Alagoas
  • Vinícius Halmenschlager Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.54766/rberu.v16i1.804

Palavras-chave:

Saneamento básico, Mortalidade infantil, Dados em painel espacial

Resumo

A relação entre saneamento básico e saúde está cada vez mais inserida nos estudos das ciências econômicas, tendo em vista a preocupação com o bem-estar social. Nesse sentido, este estudo analisa as questões espaciais que envolvem os efeitos do acesso a condições de saneamento inadequadas sobre os índices de mortalidade infantil para os municípios brasileiros nos anos de 1991, 2000 e 2010. Para isso, foram utilizados modelos de dados em painel espacial, sendo utilizadas como variáveis dependentes a taxa de mortalidade infantil (0 a 1 ano) e a taxa de mortalidade na infância (0 a 5 anos). Os resultados indicam que o acesso aos serviços de saneamento inadequados impacta positivamente na taxa de mortalidade infantil e na taxa de mortalidade na infância. Da mesma forma, observa-se a presença de efeito transbordamento entre municípios vizinhos sob as taxas de mortalidade infantil no que se refere às condições inadequadas de saneamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-02-17

Como Citar

ROSSALES DA SILVA, K.; HENRIQUE SOARES LEIVAS, P. .; MOREIRA ARISTIDES DOS SANTOS, A.; HALMENSCHLAGER, V. Saneamento Básico e Mortalidade Infantil: Uma análise via painel espacial para os municípios brasileiros. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 29–56, 2023. DOI: 10.54766/rberu.v16i1.804. Disponível em: https://revistaaber.org.br/rberu/article/view/804. Acesso em: 15 jul. 2024.
Share |