O PADRÃO ESPACIAL DAS ATIVIDADES INTENSIVAS EM TECNOLOGIA NAS MICRORREGIÕES BRASILEIRAS ENTRE OS ANOS 2006 E 2010

Wilibaldo Josué Grüner Scherer, Adelar Fochezatto

Resumo


O objetivo geral deste artigo é analisar o comportamento espacial das atividades intensivas em tecnologia nas microrregiões brasileiras entre os anos 2006 e 2010. Para tal, o estudo utiliza dados de emprego formal para um conjunto de 676 classes de atividades econômicas, distribuídos nas 558 microrregiões brasileiras. O estudo realiza a construção de um indicador de potencial de inovação para cada uma das microrregiões e verifica, de forma exploratória, as suas correlações com indicadores de especialização produtiva e de desempenho econômico regional. Os resultados apontam para existência de uma relativa concentração das atividades intensivas em tecnologia no Brasil, principalmente na região Sudeste. O indicador de potencial de inovação apresenta uma associação espacial positiva com o desenvolvimento local. Por fim, as microrregiões com uma estrutura produtiva menos especializada apresentaram melhores resultados no indicador de potencial de inovação regional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN (impresso): 1981-3953

ISSN (eletrônico): 2447-7990


A Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos (RBERU) encontra-se em processo de ajuste para atender todos os requisitos da Scielo para indexação.

 

Indexadores & Repositórios:

        

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia