EXTERNALIDADES DO MERCADO DE TRABALHO E CRESCIMENTO REGIONAL NO BRASIL (1996-2008)

Main Article Content

José Wilson Aquino de Brito
Eduardo Gonçalves
Juliana Gonçalves Taveira

Resumo

O principal objetivo deste trabalho foi estimar os impactos das externalidades do mercado de trabalho analisadas por meio de graus de especialização e variedade relacionada e não relacionada da mobilidade, sobre o crescimento regional brasileiro de 1996 até 2008. Assim, foi utilizada a taxa de crescimento da remuneração média como medida de crescimento. Para realizar as estimações, foi utilizado o modelo de Métodos de Momentos Generalizados (MMG) devido a uma possível endogeneidade entre mobilidade e crescimento regional. Os resultados indicaram que o grau de especialização intrarregional é o principal impulsionador do crescimento regional, indicando que, no Brasil, a similaridade de conhecimento nos fluxos de mão de obra qualificada apresenta um impacto maior no crescimento regional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
BRITO, J. W. A. DE; GONÇALVES, E.; TAVEIRA, J. G. EXTERNALIDADES DO MERCADO DE TRABALHO E CRESCIMENTO REGIONAL NO BRASIL (1996-2008). Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 12, n. 2, p. 261-276, 2 dez. 2018.
Seção
Artigos